Quarta-feira, 30 Novembro, 2022

Como e quando plantar tulipas?

Data:

Partilhar:

São um dos bolbos mais populares em jardins de todo o mundo, sendo muito valorizadas pelas suas cores vivas e pelos diversos formatos das flores. Falamos das tulipas, plantas da família dos lírios que são originárias da Ásia central e ocidental. Existem cerca de 5.000 espécies de tulipas, divididas em 15 categorias segundo as caraterísticas da flor.

As suas flores podem ser simples ou duplas, florescendo com os mais variados formatos. Quando for escolher uma tulipa, portanto, deverá ter isto em atenção, até porque uma espécie pode ser mais adequada que outra segundo o local onde as pretende plantar.

Possuem uma gama limitada em termos de coloração, oscilando entre o vermelho e o amarelo. Apesar disso, existem já híbridos modernos com cores fortes, brilhantes e em tons pastel.

Tulipas
Tulipas

Quanto à plantação, as tulipas gostam das temperaturas baixas, e é precisamente nessa altura que começam a ganhar raiz, até porque o frio ajuda a eliminar doenças do solo. Portanto, costumam ser plantadas no outono ou mesmo no final do inverno.

Antes de as plantar, no entanto, deverá preparar o solo para as receber. Deverá escolher um sítio ensolarado, que tenha uma boa drenagem, e cavar o solo a cerca de 30 cm de profundidade.

Depois, adicione adubo ou composto seco, bem como um fertilizante granular, e misture tudo muito bem. Depois, poderá começar a cavar os buracos individuais e a plantar as tulipas.

Para um plantio correto, lembre-se de cavar um buraco três vezes mais fundo que o bolbo. A parte pontiaguda do bolbo deve ficar voltada para cima. Uma vez que os bolbos estejam estabelecidos, devem ser regados com frequência.

Tulipas
Tulipas

Caso pretenda cultivar tulipas perenes, procure adubá-las bem no momento do plantio. Na primavera, as suas plantas irão despontar e trazer mais cor aos eu jardim. No entanto, isto não significa que os cuidados com esta planta ficam por aqui. 

Para manter as suas plantas saudáveis, deverá adicionar composto todos os anos e cortar as tulipas após a sua floração. Apenas deverá remover a folhagem morta 6 semanas depois de as flores terem morrido.

Para melhores resultados, as suas tulipas deverão ser plantadas num local protegido de ventos fortes, mas onde possam passar por um período frio de pelo menos 10 semanas.

Por fim, fertilize no outono e na primavera, e use água fresca para as regar (uma vez por semana, ou quando o solo estiver seco).

As tulipas são conhecidas por atraírem algumas pragas, como os esquilos, lesmas, caracóis e pulgões. Nesse caso, pode utilizar produtos naturais ou comerciais para resolver o problema, segundo a espécie que está a afetar a tulipa.

Por sua vez, a podridão dos bolbos é uma doença que causa alguma distorção nas folhas e nas flores, que se pode espalhar rapidamente no seu jardim. Esteja atento e retire logo qualquer bolbo infetado, para evitar problemas.

No caso de a tulipa estar a murchar, isto pode dever-se a um excesso de humidade; portanto, use qualquer material que incentive a uma maior drenagem, como a areia ou casca de pinheiro.

Caso deseje plantar tulipas no seu jardim, procure colocar os bolbos na terra entre setembro a dezembro, num local com boa drenagem e que receba sol da manhã ou da tarde.

Plante cada bolbo em grupos de dez, deixando 10 cm de separação entre cada grupo, e evite a rega exagerada, pois esta planta não gosta de humidade excessiva. 

Se quer que as suas tulipas floresçam a cada ano, procure plantá-las profundamente, e nunca plante narcisos perto de tulipas, porque os primeiros emitem uma substância que faz as tulipas murchar mais rapidamente, afetando o seu ciclo de vida.

Por fim, use sempre luvas quando for manusear as suas tulipas, e procure não as usar no seu jardim se tem animais de estimação.

O contacto com qualquer parte das tulipas pode ocasionar alergias na pele, e estas plantas podem causar fortes dores no estômago se forem ingeridas. Portanto, mantenha algumas medidas de precaução quando for tratar das suas tulipas.

Joana Sevivas
Joana Sevivas
O curso de jornalismo nunca apagou a paixão pela jardinagem e pela decoração. Escreve sobre plantas de todas as cores e feitios possíveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

Artigos relacionados

5 aldeias quase desconhecidas para visitar em Trás-os-Montes

A região de Trás-os-Montes é rica em pequenas aldeias, umas mais conhecidas do que outras, onde ainda são...

6 locais perfeitos para uma escapadinha romântica no Gerês

De vez em quando é necessário apimentar um pouco as coisas ou, simplesmente, ter um tempo de paz,...

10 fantásticos passeios em família no Norte de Portugal

Por vezes, pode ser um pouco difícil encontrar formas de entretenimento para as férias das crianças, que sejam...

12 passadiços, cascatas e lagoas para descobrir no Norte de Portugal

O Norte de Portugal tem ainda muitos locais quase desconhecidos para a maioria dos turistas, talvez porque são...