Domingo, 29 Janeiro, 2023

6 belíssimas aldeias típicas para visitar perto de Lisboa

Data:

Partilhar:

Se está com vontade de descansar um pouco da correria do quotidiano de uma grande cidade e procura um sítio sossegado, mas a poucos minutos da capital portuguesa, temos para si uma lista com as melhores aldeias que reúnem esses critérios. É que, bem perto de Lisboa, ainda existem muitas aldeias típicas para descobrir.

Para as selecionarmos, tivemos em consideração pormenores como a distância (a no máximo 1h30 de Lisboa) e o facto de serem locais que mantêm estilos e hábitos que são pouco comuns numa localidade tão próxima à capital.

Podem ser saloias, tipicamente alentejanas ou estar escondidas numa floresta de Sintra, mas qualquer uma delas é deslumbrante e tem o seu encanto especial. Prepare a sua visita e descubra as melhores aldeias típicas a visitar perto de Lisboa.

1. Escaroupim

Escaroupim
Escaroupim

A origem de Escaroupim remonta aos anos 30 do século passado, altura em que os pescadores da praia da Vieira, na Marinha Grande, se deslocavam até ao local, para pescar no Tejo durante o inverno.

Algumas dessas pessoas acabaram por se fixar aqui definitivamente e construíram pequenas casas, assentes em estacas de madeira, para escapar às cheias frequentes do Tejo. O resultado é uma aldeia pitoresca, encantadora e repleta de pequenos segredos.

2. Penedo

Penedo
Penedo

Penedo, na freguesia de Colares, é um dos melhores exemplos de uma aldeia típica nos arredores de Lisboa. Encontra-se no alto de uma encosta e existe desde o século XIII. Para chegar aqui, terá de subir por ruas estreitas e sinuosas.

Embora a grande maioria das casas tenha sido construída em estilo moderno, existem ainda muitas que mantiveram a sua traça antiga. Todo o conjunto de ruas e casas pintadas de branco dão à localidade uma pitoresca imagem de aldeia típica.

3. Azenhas do Mar

Azenhas do Mar
Azenhas do Mar

A aldeia de Azenhas do Mar tem uma paisagem absolutamente deslumbrante e uma atmosfera única, que encanta a todos os que a visitam. É um daqueles sítios a visitar pelo menos uma vez na vida, e que lhe vai ficar na memória por muito tempo.

A localidade tornou-se uma atração turística no século XX, sendo muito procurada pela burguesia. Hoje em dia, ainda é muito visitada por turistas, que a procuram pela sua paisagem e pela sua atmosfera única e pitoresca.

4. Aldeia Galega da Merceana

Aldeia Galega da Merceana
Aldeia Galega da Merceana (Paulo Garcia Martins)

Para chegar a esta típica aldeia da zona Oeste, terá que viajar pelos campos bucólicos e ondulados da zona saloia, numa região onde abundam os vinhedos e pomares, ermidas e capelas, assim como as aldeias que se encontram em pequenos outeiros (como é o caso da Aldeia Galega da Merceana).

A sua arquitetura é típica das aldeias saloias, com casas brancas e ruelas pequenas e sinuosas que nos convidam a um passeio demorado.

5. Aldeia da Mata Pequena

Aldeia da Mata Pequena
Aldeia da Mata Pequena

Esta aldeia do concelho de Mafra tem apenas 10 casas, todas elas caiadas, e ruas calcetadas que têm um encanto muito difícil de encontrar noutros locais. Afinal, a aldeia da Mata pequena é um daqueles locais que nos fazem recuar no tempo, ajudando-nos a reviver cheiros, vivências e tradições de outrora.

A localidade é também perfeita como ponto de partida para explorar as redondezas, nas quais se inclui Mafra e a Ericeira. Também fica perto de algumas das melhores praias da região.

6. Santa Susana

Santa Susana
Santa Susana

Tudo aqui nos lembra a arquitetura tradicional alentejana, devido às casas caiadas de branco com faixas azuis. Mas este é um local muito especial, porque, segundo a tradição oral, foi em Santa Susana que se começaram a pintar as faixas das casas com essa cor, que, aliás, tem o nome de “azul de Santa Susana”.

Verdade ou não, o que é certo é que os habitantes desta localidade têm muito orgulho na sua aldeia e a mantêm em perfeitas condições. Um passeio a não perder numa aldeia que, sendo tipicamente alentejana, fica bem perto de Lisboa.

Diana Santos
Diana Santos
Nascida e criada em Barcelos, foi no Porto que estudou jornalismo mas chama casa à cidade de Guimarães. Alia o gosto pela escrita à sua paixão por viagens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

Artigos relacionados

Tarte de requeijão com leite condensado: todo o sabor da tradição

Poucas sobremesas são tão consensuais como esta deliciosa tarte de requeijão com leite consensado. Trata-se de um doce...

Os 6 monumentos mais antigos do Alentejo

Sabia que o Alentejo possui alguns dos monumentos mais antigos da Europa, juntamente com a região da Bretanha...

8 lugares mágicos para visitar no Douro

Assim que entra em Portugal, o Rio Douro transforma-se e transforma também a paisagem, moldando-a e dando-lhe vida....

Tarte de morango com natas: impossível comer apenas uma fatia

A tarte de morango com natas é uma daquelas sobremesas bem rápidas (faz-se em 15 minutos) que é...