Segunda-feira, 30 Janeiro, 2023

8 dos castelos mais bonitos do Norte de Portugal

Data:

Partilhar:

O Norte de Portugal está repleto de belíssimos monumentos que atestam bem toda a riqueza da sua história. São pontes romanas, palácios de encantar, aquedutos, igrejas, catedrais e, claro está, castelos. Foram construídos para defender o território nacional dos ataques dos inimigo da época. Muitos deles não resistiram ao tempo, mas alguns chegaram até aos dias de hoje.

Podem ser mais imponentes ou mais modestos, podem ter muralhas e torres ou serem mais simples… e podem até albergar também uma residência palaciana onde morava o Rei quando se deslocava entre localidades. Alguns castelos possuem muralhas que se estendem a toda à volta do centro histórico da localidade e outros são apenas pequenas torres defensivas.

O certo é que, visitar os castelos do Norte de Portugal é descobrir a história da região onde começou a ser construído o país que somos hoje. Alguns estão em excelente estado de conservação e albergam museus no seu interior, o que torna a visita ainda mais interessante. Descubra alguns dos mais bonitos e imponentes castelos do Norte de Portugal.

1. Castelo de Bragança

Castelo de Bragança
Castelo de Bragança

Uma fortificação primitiva no local poderá ter sido mandada construir por D. Afonso Henriques, pertencendo esta região ao seu cunhado, Fernão Mendes, a fortificação foi melhorada por D. Sancho I, que concedeu foral à povoação em 1187.

Com a crise de 1383-1385, aberta pela questão da sucessão de D. Fernando, o alcaide de Bragança oscilou entre o lado português e o castelhano, o que obrigou à intervenção de D. Nuno Álvares Pereira, o que o levou a ser reconhecido por D. João I. É ainda no reinado deste que as defesas do castelo são melhoradas e se constrói a imponente Torre de Menagem.

2. Castelo de Guimarães

Castelo de Guimarães
Castelo de Guimarães

A lista dos mais fantásticos e simbólicos castelos do Norte de Portugal nunca ficaria completa sem mencionar o castelo de Guimarães, onde ocorreu, em 1128, a batalha de S. Mamede, de onde saiu vencedor o primeiro rei português, D. Afonso Henriques.

O castelo era originalmente de terra e madeira, embora hoje conte com sete torres bem sólidas, e ostenta uma placa nas suas muralhas, onde se diz com orgulho que “aqui nasceu Portugal”. Para além da visita ao castelo, não deixe de visitar o Palácio dos Duques de Bragança, o centro histórico (Património da Humanidade) e de provar a gastronomia local.

3. Castelo de Santa Maria da Feira

Castelo de Santa Maria da Feira
Castelo de Santa Maria da Feira

Este é um dos mais notáveis monumentos portugueses, já que espelha a diversidade de recursos defensivos existentes entre os séculos XI e XVI. Além de ser um posto militar de importância, tinha uma dimensão política e cultural, sendo fundamental para a vitória na Batalha de São Mamede, em 1128, altura em que o alcaide do castelo, Pêro Gonçalves de Marnel, tomou o partido de D. Afonso Henriques contra D. Teresa.

4. Castelo de Montalegre

Castelo de Montalegre
Castelo de Montalegre

Este castelo foi já construído tardiamente, no reinado de D. Afonso III, como forma de reorganização das fronteiras a este e oeste de Chaves. O objetivo era que a fronteira setentrional de Trás-os-Montes ficasse dotada de uma ordem territorial e jurídica efetiva, sob o poder do Rei.

O domínio régio não foi de longa duração, uma vez que, ainda antes do séc. XIII terminar, Pedro Anes recebeu de D. Dinis a Carta de Foral de Montalegre, para que se povoassem essas terras, já que, na altura, estas estavam desertas.

5. Castelo de Chaves

Castelo de Chaves
Castelo de Chaves

Chamar-lhe castelo não é propriamente a forma correta de definir este monumento flaviense. Afinal de contas, apenas restam a Torre de Menagem e parte das muralhas desta antiga construção, mandada edificar por ordem de D. Afonso III. Foi palco de muitas batalhas e crucial na defesa da cidade de Chaves contra os ataques vindos de Espanha.

É um dos melhores locais para apreciar as vistas do vale onde se localiza Chaves e, no seu interior, funciona o Museu Militar. A partir do castelo, desça pelas ruas do centro histórico e desfrute da zona mais pitoresca da cidade.

6. Castelo de Lindoso

Lindoso
Lindoso

Segundo alguns autores, Lindoso vem do latim “Limitosum”, ou seja, fronteira, limite. Não existem informações sobre a ocupação primitiva do território. Sabe-se, no entanto, que o topónimo não está mencionado nas inquirições de 1220, mas aparece já nas de 1258. Assim, pensa-se que o castelo tenha sido erguido de raiz no reinado de D. Afonso III, numa tentativa de reforçar a defesa das fronteiras.

7. Castelo de Algoso

Castelo de Algoso
Castelo de Algoso

Se quer conhecer um dos mais especiais castelos de Trás-os-Montes, então o Castelo de Algoso é a escolha certa. Localiza-se no topo de um rochedo e quase se confunde com ele. Apesar de modesto e isolado, foi um dos mais importantes castelos do leste transmontano na defesa do Reino contra as tropas de Leão.

Terá sido construído no século XII e foi doado posteriormente à Ordem dos Hospitalários, que fizeram obras de remodelação. As vistas a partir do Castelo de Algoso são deslumbrantes e merecem, por si só, o passeio.

8. Castelo de Numão

Castelo de Numão
Castelo de Numão

É em Vila Nova de Foz Côa, na transição entre Trás-os-Montes e as Beiras (mas ainda na zona histórica transmontana) que se localiza a muito antiga povoação de Numão e o seu castelo. Existem evidências que atestam que a construção do castelo seja anterior à época da Reconquista e a localidade aparecem mencionada no ano 1059 como pertencente ao Mosteiro de Guimarães.

D. Sancho I deu-lhe uma nova vida na tentativa de defender a região raiana dos ataques espanhóis. Com a pacificação do território, a localidade e o seu castelo perderam a importância estratégica de outrora. No entanto, continuam a merecer a sua visita.

Diana Santos
Diana Santos
Nascida e criada em Barcelos, foi no Porto que estudou jornalismo mas chama casa à cidade de Guimarães. Alia o gosto pela escrita à sua paixão por viagens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

Artigos relacionados

Bolo de iogurte húmido e fofinho: impossível comer apenas uma fatia

Poucos bolos são tão consensuais como o bolo de iogurte. E se for húmido e fofinho, melhor ainda,...

Tarte de requeijão com leite condensado: todo o sabor da tradição

Poucas sobremesas são tão consensuais como esta deliciosa tarte de requeijão com leite consensado. Trata-se de um doce...

Os 6 monumentos mais antigos do Alentejo

Sabia que o Alentejo possui alguns dos monumentos mais antigos da Europa, juntamente com a região da Bretanha...

8 lugares mágicos para visitar no Douro

Assim que entra em Portugal, o Rio Douro transforma-se e transforma também a paisagem, moldando-a e dando-lhe vida....