Domingo, 25 Setembro, 2022

10 locais quase secretos para visitar no Norte de Portugal

Data:

Partilhar:

Berço da nação, o Norte de Portugal tem ainda muitos locais, quase desconhecidos, que ainda não foram descobertos pela maioria dos turistas. Talvez isso aconteça porque não aparecem nos guias turísticos mais conhecidos e o certo é que, sendo quase secretos, acabam por ser ainda mais convidativos e interessantes.

Muitos destes locais são apenas conhecidos pelos moradores locais ou pelos turistas que gostam de partir em busca do desconhecido e acabam por encontrar pequenas pérolas ao longo do caminho. Podem ser cascatas, pequenas aldeias perdidas na montanha ou até paisagens avistadas desde miradouros.

Se procura o que visitar na região norte e quer manter-se afastado das multidões ou descobrir algo que quase mais ninguém conhece, então esta é a lista para si. Descubra alguns dos locais turísticos mais desconhecidos e menos famosos do Norte de Portugal.

1. Poças do Malho

Poças do Malho
Poças do Malho

As Poças do Malho são 4 poços bem fundos com 4 belas quedas de água no Rio Castro Laboreiro, mais ou menos entre a Mistura das Águas (ponto em que o Rio Peneda se encontra com o Laboreiro) e Ribeiro de Baixo. Servem de fronteira entre Portugal e Espanha.

A melhor forma de chegar até este local é pelo lado espanhol, numa rota que tem início quando quando a estrada que liga Olelas à Mistura das Águas termina. Decorre sempre do lado direito do Rio Laboreiro, no lado espanhol do Parque Nacional Peneda Gerês.

2. Aldeia de Pontes

Aldeia de Pontes
Aldeia de Pontes

Dasabitada há mais de 15 anos mas nunca esquecida… A Aldeia de Pontes é uma aldeia Inverneira de Castro Laboreiro. Significa isto que alguns dos moradores passavam aqui o Inverno porque esta aldeia teria melhores condições para alimentar o gado durante esta época

Pontes está agora a ser totalmente recuperada para turismo rural. O projeto é recente mas já começa a atrair cada vez mais turistas que procuram paz, sossego e comunhão com a natureza envolvente.

A partir da Aldeia de Pontes saem 7 trilhos pedestres que pode utilizar para explorar a região. A grande maioria destes percursos pedestres são pequenos e de dificuldade fácil. Permitem descobrir uma região repleta de rios de água límpida, pontes medievais, pequenas cascatas e lagoas quase secretas. A não perder!

3. Rio Bestança

 Rio Bestança
Rio Bestança

O Bestança nasce a 1229 m de altitude, em plena Serra de Montemuro, tendo uma dimensão de 13,5 km. Desagua em Porto Antigo, na margem esquerda de uma das maiores albufeiras do Douro, situada entre Oliveira do Douro e Cinfães. O seu nome advém de “bestias”, aludindo ao facto de correr naturalmente em zonas de fauna e flora selvagens.

Este é um dos rios com melhor qualidade ambiental em Portugal. Uma vez que todo o curso fluvial se encontra bem conservado e com um ecossistema sustentável, o rio Bestança foi integrado na Rede Natura 2000 e foi classificado como Biótopo Corine, assumindo assim uma importância ecológica nacional e internacional de grande valor.

4. São Xisto

São Xisto
São Xisto

Como o próprio nome indica, aqui domina o xisto, em contraste com a margem oposto do rio Douro que daqui é possível avistar. Localizada em São João da Pesqueira, em pleno Douro vinhateiro, a aldeia de São Xisto é dominada por uma paisagem de cortar a respiração.

Aprecie os socalcos das vinhas, os típicos muros de pedra e as suas casas tradicionais. Mas não fique por aqui! Uma capela, uma fonte centenária e o Mirante Anjo Arrependido são outras das atrações de São Xisto. Perca também algum tempo para visitar os tradicionais lagares de vinho e de azeite.

5. Cabroelo

Cabroelo
Cabroelo

Por terras do Vale do Sousa, não pode perder a aldeia de Cabroelo, integrada na Serra da Boneca, no vale do ribeiro de Entre Águas (também conhecido como rio Mau, graças à força das suas águas no Inverno).

Caminhe pela aldeia e seus arredores com tranquilidade e não deixe de visitar a capela de São Mateus ou a Casa Alves, datada de 1805. O Museu da Broa está a 10 minutos de carro, e encontra-se num local tranquilo, onde pode ver vários moinhos antigos em pedra recuperadas, que acompanham o curso do ribeiro.

6. Cascatas do Rio Poio

Cascatas do Rio Poio
Cascatas do Rio Poio

A aldeia de Alvadia é atravessada pelas águas do rio Poio, que foram usadas muitos anos para o funcionamento de moinhos e azenhas, alguns ainda visíveis em locais pouco acessíveis deste curso de água. É neste local que se situa a cascata Cai d’Alto, na freguesia de Cerva, em Ribeira de Pena, Vila Real.

Esta cascata tem cerca de 60 metros de altura e nasce junto da povoação de Lamas. O curso de água conflui numa lagoa, sendo que o local é muito usado na prática de desportos como a canoagem e canyoning. O rio Poio é um dos mais bonitos e selvagens do Norte de Portugal.

7. Quintandona

Quintandona
Quintandona

Uma aldeia típica preservada, com casas de lousa e de xisto, bem próxima do Porto? Sim, é possível! Falamos de Quintandona, em Penafiel. Pequena mas de uma beleza singela e singular, esta é uma aldeia que tem sido recuperada nos últimos anos e que atrai cada vez mais habitantes.

A melhor forma de a descobrir é caminhando pelas suas ruas. Aprecie cada pormenor, cada detalhe e converse com os habitantes locais. O dia-a-dia da população ainda é marcada pelas rotinas ligadas à agricultura, mesmo estando próxima de grandes centros urbanos.

8. Cascata do Pincho

Cascata do Pincho
Cascata do Pincho

Encontra-se a pouco mais de vinte quilómetros de Viana do Castelo, mais precisamente na Serra d’Arga que constitui uma das áreas mais emblemáticas do Alto Minho, não só pela imensidão de paisagens verdejantes como também pelos seus valores naturais e património cultural. Nos pontos mais altos, é possível deparar-se com algumas áreas naturais com uma rara beleza e uma enorme diversidade florística.

Para além da sua localização privilegiada, a Cascata do Pincho é a mais exuberante entre todas as quedas de água do rio Âncora, devido às suas águas cristalinas e uma das mais bonitas do Norte de Portugal.

9. Senhora do Salto

Senhora do Salto
Senhora do Salto

Pertence à Rota do Românico e refere-se ao curso do rio Sousa, segundo por duas arribas e formando um caminho estreito conhecido como o inferno. Falamos do parque da Senhora do Salto, local ideal para passar um dia em família muito agradável. Para além dos atrativos geológicos e paisagísticos, o parque é também um local de eleição para quem gosta de desportos de montanha, e para quem adora uma boa lenda.

Situado no concelho de Paredes, o parque fica entre altas serras, cortadas pelo rio Sousa. No parque, além de poder descansar e relaxar, pode praticar BTT, fazer rappel e escaladas, e percorrer diversos trilhos em caminhadas agradáveis. Num dos percursos, poderá subir ao topo da serra de Santa Iria, de onde pode ver a paisagem envolvente com vista desimpedida.

10. Provesende

Provesende
Provesende

Em plena região demarcada do Douro, Provesende é uma aldeia vinhateira do concelho de Sabrosa. Com vistas para o rio Pinhão, são as vinhas que dominam a paisagem. Toda a vida da aldeia gira em torno da nobre arte de produzir um dos melhores vinhos do mundo, o vinho do Porto.

Para além de um passeio pelos vinhedos da região, em Provesende pode descobrir diversas casas senhoriais e brasonadas, o antigo pelourinho, uma fonte do século XVIII e uma igreja barroca. A melhor forma de descobrir a aldeia é mesmo caminhando pelas suas ruas e apreciando cada pequeno detalhe.

Diana Santos
Diana Santos
Nascida e criada em Barcelos, foi no Porto que estudou jornalismo mas chama casa à cidade de Guimarães. Alia o gosto pela escrita à sua paixão por viagens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

Artigos relacionados

7 aldeias pouco conhecidas para visitar no Norte de Portugal

O Norte de Portugal é rico em pequenas aldeias, umas mais conhecidas do que outras, onde ainda são...

7 das mais bonitas aldeias históricas de Portugal

Localizadas no centro do país, especialmente perto da fronteira com Espanha, a rede de aldeias históricas de Portugal...

As 6 melhores aldeias de xisto para visitar na Serra da Lousã

A Serra da Lousã é ainda um pequeno tesouro por descobrir para a maioria dos portugueses. Por entre...

Palácio da Pena: o monumento mais bonito de Portugal

Não é tarefa fácil escolher qual é o mais belo monumento em Portugal, até porque é um país...