Terça-feira, 24 Janeiro, 2023

Doce de amêndoa conventual: uma delícia que derrete na boca

Data:

Partilhar:

O doce de amêndoa conventual é uma daquelas sobremesas que sabem à casa da avó e nos remetem para a nossa infância e para as festas em família, como o Natal ou a Páscoa, por exemplo. E, por ser fácil de preparar, é possível fazê-lo em casa e mimar a sua família ou os seus amigos com algo que os irá surpreender e encantar.

A receita que lhe trazemos é a mais antiga e tradicional. Foi criada nos conventos portugueses e transmitida ao longo dos séculos, mantendo-se sempre atual e deliciosa sem precisar de ser alterada de qualquer forma. Os ingredientes são simples e facilmente acessíveis e, aqui entre nós, alterá-los para quê se a receita funciona muito bem tal como está? 🙂

Por isso mesmo, se quer preparar uma sobremesa diferente para o seu próximo almoço de família ou para a próxima festa aí em casa, reúna os ingredientes e coloque mãos à obra. O sucesso é garantido e toda a gente irá querer repetir. Aprenda a fazer um delicioso doce de amêndoa conventual.

Ingredientes:

  • 500 gramas de açúcar
  • 200 gramas de amêndoa moída com a pele
  • 6 gemas
  • 2.5 dl de água
  • 1 pau de canela
  • 1 casquinha de limão

Preparação:

  • Verta a água num tacho e adicione o açúcar, a casca de limão e o pau de canela.
  • Leve ao lume e ferva durante 5 minutos.
  • Junte a amêndoa e ferva durante mais 1 minuto.
  • Retire do lume e deixe arrefecer um pouco.
  • Adicione as gemas e leve novamente ao lume. Mexa sempre até engrossar.
  • Retire do lume e transfira de imediato para as taças onde vai servir do doce de amêndoa.
  • Decore a gosto e sirva.

Dicas:

Este doce de amêndoa conventual é fácil de fazer mas exige alguns cuidados especiais por causa das gemas de ovo: primeiro, é importante deixar arrefecer antes de as adicionar e deve retirar o tacho do lume assim que ficar pronto. Isto evitará que os ovos talhem.

É possível aumentar o número de gemas até um máximo de 12. No entanto, com este número, irá ter um doce demasiado calórico.

Pode optar por adicionar as gemas antes da amêndoa quando a água com o açúcar atingir o ponto de fio (para saber se atingiu, espere que ela arrefeça e mergulhe 2 dedos na água, devendo criar um fio entre eles quando se afastam).

Pode decorar com amêndoas picadas ou laminadas. No entanto, fica perfeito quando é servido sem qualquer decoração.

Clara Matias
Clara Matias
Aprendeu a cozinhar com a mãe mas foram as receitas da sua avó que mais a cativaram. A cozinha tradicional portuguesa é a sua grande paixão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

Artigos relacionados

5 aldeias típicas para descobrir em Trás-os-Montes

Bem no extremo nordeste de Portugal, Trás-os-Montes é aquilo que o seu próprio nome nome indica: uma terra...

8 das aldeias mais bonitas do Minho

As aldeias do Minho são algumas das mais genuínas de Portugal. Apesar de todo o progresso dos últimos...

8 locais para apreciar o melhor da Natureza no Alentejo

O Alentejo é rico em destinos de natureza, em que praias, cascatas, rios e montes ondulados moldam a...

Os 7 melhores locais para fazer turismo rural no Algarve

Quem disse que no Algarve apenas existiam praias? Aqui, perto do mar ou em plena serra algarvia, é...