Sábado, 24 Setembro, 2022

Arroz doce cremoso à moda antiga: aprenda a fazê-lo como a sua avó fazia

Data:

Partilhar:

Está com saudades do tempo em que a sua avó mimava toda a família com uma sobremesa? Sente falta do cheiro que vinha da cozinha quando a sua mãe rondava as panelas? 🙂 Se, mais do que o pecado da gula, o que se passa contigo é saudades dos tempos de antigamente, então este arroz doce cremoso é ideal para si!

A receita que aqui lhe trazemos é a mais tradicional, embora não seja a mais fácil. Mas afinal de contas… tudo o que é bom exige um pouco de carinho e dedicação, certo? No final, irá conseguir fazer uma daquelas sobremesas que tem o dom de matar saudades. Aprenda a fazer um delicioso arroz doce cremoso à moda antiga!

Ingredientes:

  • 250 gr de arroz carolino
  • 375 gr de açúcar
  • 7 dl de água
  • 1 litro de leite gordo
  • 4 gemas
  • 125 gr de manteiga
  • 1 limão (apenas as cascas)
  • 1 pitada de sal grosso
  • canela em pó para polvilhar

Preparação:

  • Coloque a água num tacho grande com uma pitada de sal e as cascas do limão.
  • Leve ao lume e deixe ferver.
  • Quando começar a ferver, adicione o arroz.
  • Baixe o lume e vá mexendo sempre.
  • NOTA: deixe cozer completamente o arroz até que este absorva toda a água do tacho, sempre em lume brando.
  • Entretanto, leve o leite ao lume e aqueça até ferver.
  • Adicione o leite fervente ao arroz, pouco a pouco e mexendo entre cada adição.
  • Quando terminar de adicionar o leite, retire as cascas do limão.
  • Adicione o açúcar e mexa novamente.
  • Retire o tacho do lume.
  • Bata as gemas e junte-lhes e 2 ou 3 colheres do arroz cozido. Envolva bem.
  • Junte esta mistura ao arroz. Mexa e misture bem com cuidado.
  • Depois de misturar bem as gemas, leve o tacho de novo ao lume durante mais 5 minutos, sempre mexendo muito bem.
  • Retire o tacho do lume e adicione a manteiga.
  • Deixe que ela derreta enquanto mexe para a envolver nos restantes ingredientes.
  • Deixe arrefecer e decore com canela em pó.

Dicas:

  • Este arroz doce cremoso é antiga, é feito seguindo a receita tradicional. E, como deve imaginar, antigamente as coisas eram feitas com mais carinho e dedicação. Por isso mesmo, não estranhe se tiver que passar pelo menos 1 hora à volta do fogão para fazer esta sobremesa. 🙂
  • Mexer, mexer, mexer… o conselho é chato e repetitivo, mas este é mesmo o grande truque para fazer o arroz doce perfeito.
  • Outro truque é utilizar o arroz correto: em Portugal, a melhor opção é o carolino. Também pode utilizar arroz de sushi. Não recomendamos que opte pelo arroz agulha porque não ficará tão cremoso.
  • O leite deve ser gordo, mas pode optar pelo meio gordo, se preferir.
  • Por falar em cremosidade, um dos truques para obter o resultado perfeito é adicionar o açúcar apenas no fim de adicionar o leite, já com o arroz totalmente cozido.
  • Não adicione as gemas enquanto o tacho está ao lume. A sua ideia é fazer arroz doce cremoso e não Bacalhau à Brás, certo? 🙂 Se adicionar as gemas diretamente no calor, elas irão cozer rapidamente!
  • A quantidade de gemas pode ser alterada. No entanto, nunca use menos do que 2 nem mais do que 4 (para as quantidades aqui mostradas).
  • Bom proveito!!! 🙂
Clara Matias
Clara Matias
Aprendeu a cozinhar com a mãe mas foram as receitas da sua avó que mais a cativaram. A cozinha tradicional portuguesa é a sua grande paixão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva o seu comentário!
Por favor, escreva o seu nome aqui

Artigos relacionados

7 aldeias pouco conhecidas para visitar no Norte de Portugal

O Norte de Portugal é rico em pequenas aldeias, umas mais conhecidas do que outras, onde ainda são...

7 das mais bonitas aldeias históricas de Portugal

Localizadas no centro do país, especialmente perto da fronteira com Espanha, a rede de aldeias históricas de Portugal...

As 6 melhores aldeias de xisto para visitar na Serra da Lousã

A Serra da Lousã é ainda um pequeno tesouro por descobrir para a maioria dos portugueses. Por entre...

Palácio da Pena: o monumento mais bonito de Portugal

Não é tarefa fácil escolher qual é o mais belo monumento em Portugal, até porque é um país...